Corpo. Cidade. Corpo e cidade. Corpo/Cidade. E vice-versa. Aqui a proposta foi permitir que as fronteiras se tocassem e até mesmo, se deslocassem, discutindo limites. Para além de distâncias geográficas, o encontro em si e em outres. Coexistir, coabitar.

 

Quais histórias/afetos você leva e traz nos seus encontros?

Nem toda fronteira é contato. Fronteira é contato?

Fronteiras, em pluralidades, podem ser contatos, podem ser encontros, fluxos e contrafluxos. Inter e entre territórios, histórias e vidas dançadas: 08 artistas de diferentes regiões do Brasil performaram seus afetos em Salvador/BA em 2019.